DICAS DE UTILIZAÇÃO DE AQUECEDORES DE PASSAGEM

 - O QUE É UM AQUECEDOR DE PASSAGEM:

O aquecedor de passagem ou instantâneo, aquece a água na passagem através de uma serpentina presente no interior do aparelho.
É um equipamento compacto e por não possuir reservatório térmico ocupa pouco espaço na área de serviço.
O aquecedor de passagem tem como vantagens principais além do tamanho, a capacidade de fornecimento de água quente de maneira continua sem interrupção, evitando o inconveniente de se ter que aguardar um tempo para reaquecimento. Por não possuir reservatório, o consumo de gás só ocorre no momento da utilização da água quente, sendo mais econômico.
Os aquecedores de passagem podem ser:

Quanto à exaustão:
Exaustão natural: A exaustão dos gases de combustão  ocorre de maneira natural, através da diferença de densidade entre  o gás quente que sai do aquecedor e o oxigênio do ambiente que empurra os gases de combustão através da chaminé sem o uso de dispositivos mecânicos para isto.

Exaustão forçada: A exaustão dos gases de combustão ocorre através de uma ventoinha incorporada ao aparelho que força a saída dos gases de combustão para o exterior através da chaminé.

Quanto ao circuito de combustão:
 Aparelhos de circuito aberto: Utilizam o oxigênio necessário para gerar a combustão do ambiente onde estão instalados. O local onde este tipo de aparelho é instalado deve possuir ventilação adequada para a combustão e renovação do ar do ambiente.

Aparelhos de circuito fechado: São aparelhos que utilizam o oxigênio para gerar a combustão do ambiente externo ao local onde estão instalados. Não têm nenhuma comunicação com o ambiente onde estão instalados. Estes aparelhos são chamados de aparelhos com fluxo balanceado e são recomendados para locais onde o ambiente de instalação não é ventilado.

Dicas de economia:
- Efetuar manutenção preventiva para limpeza e regulagem  do aparelho pelo menos uma vez por ano;
- A cor da chama deve ter coloração azul. Chamas em tons amarelados ou amarela, indica má combustão (aparelhos desregulados) ou sujeira. Esta situação, contribuí para o aumento de consumo de gás
- Evitar regular a temperatura do aquecedor em temperaturas elevadas. A temperatura de banho varia entre 38 e 40 ° (dependendo da época do ano). Trabalhar com o aparelho em temperaturas elevadas contribui para um maior consumo de gás e água.
- Na compra de um novo aquecedor, observe os dados da etiqueta de eficiência energética do aparelho que deseja adquirir. Quanto maior a eficiência dos aparelhos, menor será o consumo de gás. Os aquecedores que possuem classificação A no Inmetro, são os mais eficientes e recebem também o selo Conpet, similar ao selo Procel utilizados nos aparelhos elétricos de melhor eficiência.
- Para escolher o aquecedor mais adequado para a sua residência, é necessário conhecer quantos pontos deseja atender simultaneamente e a vazão destes pontos, pois a capacidade de vazão do aquecedor é definida de acordo com o número de pontos simultâneos que se deseja atender e da vazão destes pontos. Exemplo:

Para atender duas duchas simultâneas com vazão de 10 l/min cada uma, é necessário um aquecedor com capacidade mínima de 20 l/min. É necessário somar a vazão destes pontos para se chegar à capacidade aproximada do equipamento.

Condições de instalação:
- Os aquecedores de passagem são aparelhos que para funcionar de maneira adequada, precisam ter condições hidráulicas adequadas e a pressão do local deve atender os requisitos mínimos para o bom funcionamento do aparelho. Procure sempre antes de adquirir o equipamento um auxílio técnico especializado para certificar que o local atende as condições exigidas para o bom funcionamento do aquecedor escolhido.
- O local de instalação deve atender as condições de ventilações mínimas exigidas, não se deve por exemplo instalar aquecedores com exaustão natural ou forçada de circuito fechado em ambientes sem ventilação adequada.